sexta-feira, 17 de abril de 2009

Saudades


Olho para céu à noite e com muita saudade,penso essas estrelas são olhos a nos vigiar,a nos cuidar e a nos embalar.Reconheço seu olhar ao longe,guardando o meu caminho,as vezes tranqüilo e outras vezes espinhoso.Embora ausente, sua presença é constante na minha vida,seu sorriso, sua voz enérgica e carinhosa,ao mesmo tempo, impulsionando minha vida.Lágrimas descem pelo meu rosto, querendo ver o seu,para que em um impulso correr para seus braços e me aninhar,sem vergonhas.Onze anos se passaram de minha existência,sem esquecer uma só frase, um puxão de orelha,um carinho, um sorriso,uma chinelada um beijo terno, que só você soube dar.Espaços vazios que não se completam mais,lacunas perdidas em pensamentos.Caminhos percorridos sem volta.Para você, mãe, dedico essas palavras hoje,pois que sei que em toda minha existência serão as mesmas.A saudade não é só neste seu dia,mas em todos os dias,pois tu és como uma jóia preciosa,podem haver outras, mais nenhuma igual a você.Obrigado, Deus, por me dar a chance de conhecer a flor de onde nasci.Ofereço esse poema real para todos os filhos que precisam de uma estrela, para olhar e se admirar.

Homenagem a minha mãe Sônia Maria Pastore

3 comentários:

Anônimo disse...

Querida Andrea...
Tive a oportunidade de conhecer essa mulher doce e sorridente....os anos passaram e as vezes me pego olhando da area de serviço e lembrando daquela mulher baixinha que me encantou com sua docura e amizade.....DEUS sempre nos conforta e sei que ela deve ter deixado a semente dessa docura em vc......bjus meu anjo

Anônimo disse...

Desculpe estar como anônimo.
Não consegui acessar minha conta..rsrs...beijos Denise

Andrea'artes disse...

Obrigado Denise, perder ela me deixou muito triste , mas fazer parte da vida dela me deixa muito feliz, ela gostava muito de conversar com vc, beijuss minha querida